logo Gusmão
Fale Conosco

(11) 3998-2020

Dicas para garantir a segurança do vidraceiro na obra


Existe uma preocupação por parte dos vidreiros em seguir todas as normas técnicas, seja para a produção ou instalação do vidro, assim como para a compra de materiais de qualidade, a fim de  garantir a segurança dos usuários.

Entretanto, muitos negligenciam uma outra questão muito importante: sua própria integridade física. Durante as diversas etapas do processamento do vidro, em seu transporte ou instalação, há uma série de equipamentos de proteção que precisam ser utilizados.

Especialmente durante as obras, o vidraceiro precisa estar equipado com todos os itens de proteção. São os chamados EPIs - Equipamentos de Proteção Individual. Confira a seguir algumas dicas que vão garantir a segurança do vidraceiro na obra.

  • Vista luvas e mangotes para isolar mãos e braços

Para as mãos são indicadas as luvas resistentes ao corte. Já para proteger os braços de materiais cortantes é preciso utilizar mangotes anticorte. Para trabalhos que envolverem risco de queimadura com algum equipamento existem luvas térmicas que isolam o calor.

 

  • Utilize óculos para proteger os olhos 

Os óculos de proteção são um dos mais importantes EPIs - Equipamentos de Proteção Individual, garantindo que os olhos não sejam atingidos por qualquer objeto.

  • Não se esqueça que os ouvidos também precisam ser protegidos

De acordo com a NR-15, norma regulamentadora para atividades insalubres, a recomendação é de um limite de 8 horas de exposição a 85 decibéis e 7 minutos com 115 decibéis.

O excesso de exposição a ruídos pode causar perda auditiva. Por isso, em obras com excesso de barulho é preciso utilizar também protetores auriculares.

  • Garanta uma movimentação segura na obra

São recomendadas sapatos e botas apropriadas para a função, com biqueira de proteção e sola antiperfurante. Os calçados não devem conter cadarços que facilitem um acidente ou queda.

  • Siga as recomendações para trabalhos em altura 

Além dos calçados adequados e sem cadarços para evitar tropeços, outros cuidados podem evitar quedas, como cinto de segurança para trabalhos em altura.

Este item é muito importante, pois quedas acima de cinco metros podem ser fatais. A norma para Trabalhos em Altura - NR-35 traz outras recomendações.

  • Resguarde a cabeça com capacete 

O uso de capacetes especialmente desenvolvidos para a construção civil é recomendado em locais com pontes rolantes, ou onde os vidros são movimentados acima da cabeça ou para serviços de instalação em obras. 

Todos estes EPIs foram elaborados para garantir a segurança do vidraceiro em uma obra ou durante a manipulação do vidro. Por isso, é essencial sua utilização, que não deve de forma alguma ser negligenciada.

Segurança jurídica para sua vidraçaria

Se você tem uma vidraçaria, exija que todos os seus funcionários sigam todos os procedimentos corretamente, pois, caso haja acidentes, será de sua responsabilidade. 

O vidraceiro também tem que ter o treinamento adequado de sua utilização e dos princípios mínimos de segurança.

Essas orientações estão descritas na norma NBR 7199 - Vidros na construção civil — Projeto, execução e aplicações, ou na NR-35 - Norma para Trabalhos em Altura.

Onde comprar EPIs para vidraceiros?

A GR Gusmão, além de todo maquinário para processamento e transporte do vidro, também oferece os EPIs - Equipamentos de Proteção Individual necessários para um vidraceiro se proteger durante uma instalação.

Confira em: https://www.gusmao.com.br/categoria/equipamentos-para-seguranca-individual

 


Comentários