logo Gusmão
Fale Conosco

(11) 3998-2020

Rebolos diamantados são mais eficazes na lapidação do vidro


Como todo produto, o processo de produção do vidro envolve várias etapas. O acabamento é uma das mais importantes, para lapidar e dar brilho ao material e uma aparência perfeita, especialmente nos cantos e bordas. 

 

Os rebolos diamantados são ferramentas utilizadas para desbastar, retificar e polir a borda do vidro. São rebolos com diamante impregnado em seu corpo. Os rebolos diamantados da Gusmão têm com fabricação de alta performance nano tecnológica, uma tecnologia específica para o segmento vidreiro.

 

Toda lapidação é feita com rebolos fabricados a partir de uma combinação de abrasivos, como o diamante, e ligas, que podem ser metálicas ou de outros compostos. 

 

Os rebolos são ferramentas circulares, em forma de disco, revestidas de materiais abrasivos que possuem a capacidade de cortar, afiar, desbastar e polir. Os rebolos podem ter vários diâmetros e espessuras. 

 

Existem diversos tipos de rebolo, cada um feito de um material diferente e para finalidades distintas que se complementam neste processo de acabamento do vidro. Os tipos de rebolo mais comuns são o diamantado, o resinado, o de polimento e feltro.

 

 

Ferramentas diamantadas 

 

As ferramentas diamantadas possuem alta performance e nível de sofisticação que as permite a execução de trabalhos em condições e materiais variados, sendo excelentes instrumentos para o corte e lapidação do vidro, visto que o diamante tem alto potencial abrasivo. 

 

Os segmentos diamantados são pequenas pastilhas compostas de uma mistura de vários componentes como cobalto, tungstênio e diamantes, os quais são misturados e colocados em matrizes de grafite. Em seguida, são levados ao forno, onde são submetidos a altas temperaturas para sua sinterização. Após seu resfriamento, esses segmentos diamantados estão prontos para serem aplicados à peças como discos, serras copo, cortadores, rebolos e brocas. 

 

Essa camada de diamantes tem alta capacidade de corte afiado e em conjunto executam um trabalho de alta produção, com excelente padrão de qualidade e de acabamento. O diamante é utilizado em diversas ferramentas de corte e lapidação devido à sua dureza e abrasividade. 

 

Rebolos diamantados

 

Um dos principais tipos de rebolo é o rebolo diamantado, fabricado com diversos grãos de diamantes, como o próprio nome indica, um poderoso material abrasivo. O rebolo diamantado é feito com milhares de grãos abrasivos de diamante sintético industrial. Essa camada de diamantes tem alta capacidade de corte afiado, que em conjunto executam um trabalho de alta produção e com alto padrão de qualidade e de acabamento. 

 

Os rebolos diamantados são normalmente utilizados para desbaste e polimento em diversos materiais rígidos, como pedras preciosas, cerâmica, grafite e o vidro, em espessuras grosso, médio e fino. O diamante é utilizado em diversas ferramentas de corte e lapidação devido à sua dureza e abrasividade. 

 

O diamante é utilizado como abrasivo desde a antiguidade. Desde a construção das pirâmides do Egito o homem utiliza os diamantes para perfurar, cortar e polir rochas. Hoje encontramos produtos com alta performance para execuções variadas, como para lapidação do vidro. 

 

O rebolo diamantado é o mais eficaz dos tipos de rebolo, pois possui uma enorme resistência. Os rebolos diamantados são fabricados com diferentes concentrações e tipos de diamantes, adequados de acordo com o material a ser trabalhado. 

 

Os rebolos diamantados para vidro proporcionam ótimo acabamento, maior rendimento, menor esforço do operador, menos desgaste da máquina e segurança.

 

A GR Gusmão possui diversas ferramentas diamantadas com alta precisão e eficiência no corte e lapidação do vidro. Entre os produtos estão discos diamantados, rebolos diamantados, cortadores e canetas diamantadas para vidro, brocas e fresas diamantadas para vidro, e escariador pião diamantado para escariamento de furos no vidro.

 

 

 

 

 

 

 


Comentários