logo Gusmão
Fale Conosco

(11) 3998-2020

Conheça como funcionam os rebolos para polimento de vidros


Como todo produto, o processo de produção do vidro envolve várias etapas. O acabamento é uma das mais importantes, pois dará brilho ao material e uma aparência perfeita, especialmente nos cantos e bordas.

 

Para esta fase final do beneficiamento do vidro são utilizados os rebolos, ferramentas cortantes compostas de abrasivos granulados que servem para dar o acabamento polido nas bordas dos vidros.

 

Existem dois grupos de rebolos, os periféricos e o rebolo copo, subdivididos em diversos tipos. Os mais comuns são o diamantado, o resinado, o polimento e feltro.

 

Os rebolos diamantados são ferramentas utilizadas para desbastar, retificar e polir a borda do vidro. São rebolos com diamante impregnado em seu corpo.

 

Os rebolos diamantados da Gusmão têm com fabricação de alta performance nano tecnológica, uma tecnologia específica para o segmento vidreiro.

 

Já os rebolos resinados são a base de resina impregnado de diamante que, além de desbastar a borda do vidro, executando o acabamento da borda e dos filetes, faz a limpeza dos riscos deixados pelo rebolo diamantado.

 

Os rebolos de polimento de vidros são uma ferramenta produzida em liga de borracha ou cerâmica, que tem a finalidade de polir a borda e os filetes do vidro, promovendo um acabamento final.

 

Os rebolos de feltro resinado especial são utilizados quando é necessário dar um brilho especial na borda do vidro. É utilizado juntamente com óxido de cério. Este tipo de acabamento é feito mais frequentemente em vidros para movelaria ou com bordas expostas.

 

A Gusmão possui rebolos para polimento de vidros e todos os tipos de rebolo para acabamento, com uma linha de produtos de qualidade superior e ótimo rendimento. Confira aqui. 


Comentários